Nossa dedicação é exclusivamente voltada para a atividade de gestão de recursos.

A IP Capital Partners foi fundada em 1988 como a primeira empresa independente de gestão de recursos constituída no Brasil.

Nosso primeiro fundo é o IP Participações, que também é um dos primeiros fundos de uma asset independente no Brasil. O IP Participações apresenta um dos históricos mais longos e rentáveis da indústria de fundos brasileira, com um retorno equivalente a 4 vezes o CDI e 7 vezes o Ibovespa desde o início do Plano Real. Temos também 3 outros fundos: o IP Value Hedge (nosso hedge fund, uma alternativa aos multimercados), o IP Prev (nosso produto de previdência) e o IP Atlas (investimentos em empresas internacionais e exposição ao dólar). Mais do que alcançar rentabilidades espetaculares em anos isolados, nossos gestores são obcecados por mitigar os riscos, de forma a combinar retornos consistentes com uma volatilidade histórica bem menor que a da indústria de fundos de ações.


A IP é uma partnership. Todos nossos integrantes participam do resultado da empresa por meio de um sistema meritocrático. Aqueles que mais contribuem se tornam sócios ou associados. Também criamos uma política com total alinhamento de interesses entre nosso time e os clientes. Nossa equipe investe ao menos 50% de seu patrimônio líquido nos fundos da IP com uma visão de longo prazo. Alguns sócios, por vontade própria, investem todo o seu dinheiro na IP, com exceção da reserva de emergência. E se algum integrante da equipe deixar a IP, só poderá sacar seus recursos de forma escalonada, encerrando os resgates apenas dois anos e meio depois de sua saída.


Nosso objetivo é obter altos retornos absolutos por meio de investimentos em ações.

Buscamos comprar participações, sempre com horizonte de longo prazo, em empresas que julgamos ser as melhores da Bolsa a partir de uma combinação de 5 critérios:



  • Ser um negócio que acreditamos ser excepcional

  • Que ganha mercado ao longo do tempo

  • Gerido por empresários honestos e competentes

  • Com endividamento sob controle

  • Negociado por um preço que consideramos adequado


E também temos 4 filtros para eliminar empresas em que não vamos investir:



  • Estatais

  • Empresas de commodities

  • Companhias com posição competitiva frágil

  • Empresas com governança ruim


Ao adotar esses critérios e tomar esses cuidados, colocamos em prática nossa principal ferramenta de gestão de risco: só investir em empresas extraordinárias para evitar perdas permanentes de capital.


Gestão de Risco

Sólidos retornos de longo prazo também são fruto da manutenção de riscos sob controle.


O que aprendemos ao longo de mais de 30 anos é que a melhor forma de lidar com crises é estarmos sempre preparados.


Para nós, isso significa, entre outros aspectos, respeitar nossos critérios de seleção de empresas, com baixa propensão a pagar caro por cenários macro promissores, preferindo negócios impulsionados pelos seus próprios motores de crescimento e que estejam disponíveis a preços atraentes.


Assumimos que choques acontecerão, mas que sua magnitude é muito difícil de prever. Nosso objetivo é ter a capacidade de passar pelas crises sem que haja perda permanente no valor do portfólio, independente do que aconteça com os preços no curto prazo.


Adicionalmente, todos os sócios e associados mantêm a maior parte de seus patrimônios pessoais investidos nos fundos da IP, e estão sujeitos a um prazo de resgate mais longo do que o aplicado a clientes. São políticas de alinhamento simples e eficazes para que todos se preocupem ativamente com os riscos incorridos.


Christiano trabalha com investimentos em ações desde 1983. É sócio cofundador da IP e hoje atua como Conselheiro. Juntamente com o Comitê Executivo é responsável pela definição e acompanhamento da estratégia da empresa e sua política de remuneração.

No início da carreira, trabalhou no Banco Boavista, Cash Corretora, Banco Fonte e Corretora Nacional.

Bruno é sócio e ingressou na IP em 2004. É membro do Comitê Executivo, gestor do IP Value Hedge e cogestor das estratégias IP Participações, IP Atlas e IP Previdência. Antes de assumir a gestão, Bruno trabalhou em diferentes áreas, incluindo trading e análise. Bruno é economista pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais do Rio de Janeiro (IBMEC-RJ).

Gabriel é sócio e ingressou na IP em 2010. É cogestor das estratégias IP Participações, IP Atlas e IP Prev . Antes de se juntar à IP, Raoni foi sócio e cogestor das carteiras long-only e long-short de ações brasileiras na Rio Gestão de Recursos. Raoni é economista pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais do Rio de Janeiro (IBMEC-RJ).

João é sócio e ingressou na IP em 2014. É cogestor das estratégias IP Participações, IP Atlas e IP Previdência. É engenheiro de produção com duplo diploma pela PUC-Rio (BSc) e École Centrale de Lille (MSc).

Karen é sócia e ingressou na IP em 2014. É cogestora das estratégias IP Participações, IP Atlas e IP Prev. É formada em economia e desenvolvimento sustentável pela Columbia University. Antes de ingressar na IP, fez estágios no Gávea Investimentos, Victoria Capial Partners e Deutsche Bank.

Lucas é associado e ingressou na IP em 2019. É responsável pelo trading. Anteriormente, trabalhou na Canepa Asset no time de análise/gestão. Lucas se formou em Administração de Empresas pelo IBMEC-RJ (Magna Cum Laude) e possui certificação CFA.

Pedro é sócio e ingressou na IP em 2002. É cogestor das estratégias IP Participações, IP Atlas e IP Previdência. Pedro é economista pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Rafael é sócio e ingressou na IP em 2013. É cogestor das estratégias IP Participações, IP Atlas e IP Previdência. Rafael é formado em administração de empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Rodrigo é associado e ingressou na IP em 2018. Faz parte da equipe de investimentos. Antes de se juntar à IP, trabalhou com data science na GE Healthcare e na área de risco e operações da Paineiras Investimentos. Rodrigo se formou em engenharia elétrica pela PUC-Rio com intercâmbio acadêmico na Universidade de Manchester, na Inglaterra.

Anelise é associada e ingressou na IP em 2016. É responsável pela área administrativa/financeira, acumulando responsabilidades nas áreas de controladoria, back-office e atendimento ao cliente. Anelise é formada em Nutrição pela UFRJ.

Carolina é sócia e ingressou na IP em 2012. É responsável pela área de Relações com Investidores. Antes de ingressar na IP trabalhou por 4 anos na JGP Gestão de Recursos, na área de relações com investidores. Carolina iniciou sua carreira na Ático Asset Management passando por diversas áreas como back ofiice, trading, risco e relações com investidores. Carolina é formada em Engenharia de Produção com curso sequencial de Empreendedorismo pela PUC- Rio e possui certificação CFA.

Daniel é sócio e ingressou na IP em 2008. É responsável pelo back-office, gestão de risco e compliance. Antes da IP, trabalhou no time de risco da gestora Opportunity e com Project Finance, no BNP Paribas. Se formou em engenharia elétrica com duplo diploma pela PUC-Rio e École Centrale Paris.

Marcelle é associada e ingressou na IP em 2015. Faz parte do time de investimentos, sendo responsável por conectar nossa equipe a profissionais especialistas das empresas e setores que estudamos. Anteriormente, foi auditora contábil na PriceWaterhouseCoopers e headhunter na Robert Half. É formada em Ciência Contábeis e possui certificado em Business pela Shafston College Austrália.

Rodolfo é sócio e ingressou na IP em 2004. É membro do Comitê Executivo e Chief Operating Officer (COO). Antes da IP, trabalhou por 5 anos em empresas de consultoria de TI e desenvolvimento. Rodolfo é bacharel em Tecnologia da Informação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e possui MBA Executivo em Finanças pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais do Rio de Janeiro (IBMEC-RJ).

Sabrina é associada e ingressou na IP em 2012. Acumula responsabilidades nas áreas de controladoria, administração e back-office. No início da carreira desenvolveu atividades de atendimento ao cliente e apoio administrativo/financeiro em outros mercados como hotelaria, geração de energia e desenvolvimento de software.

Quer saber mais?

Envie seu comentário, entre em contato ou acompanhe a gente nas redes sociais.

Quero ficar por dentro das últimas publicações: